Destaques

TítuloPor unanimidade: Câmara Municipal de Fafe aprova Orçamento de 2017
Imagem 1200 0001
Data de Publicação2016-11-02 00:00:00 +0000
Sub-títuloOrçamento de 36 milhões de euros traz grande investimento estrutural
Descrição

Apoios Sociais, Obras e Novos Equipamentos são as grandes apostas

Foi aprovado, por unanimidade, em reunião de câmara extraordinária, o Orçamento do Município de Fafe para o próximo ano.

Um orçamento que reuniu todo o consenso político e que promete ser uma marca do executivo liderado por Raul Cunha, uma vez que dá um forte enfoque em situações estruturais para o desenvolvimento do concelho.

Com um orçamento de 36 milhões de euros, apoios comunitários e um “trabalho de casa” que tem vindo a ser feito pela Autarquia, vai permitir que 2017 seja um ano de viragem para Fafe em termos de equipamentos e investimento em obras públicas.

Para 2017 estão previstas, entre outras empreitadas, a construção/adaptação do Mercado Municipal, um novo Canil com mais e melhores condições e a intervenção reforçada no Parque da Cidade, para que esta obra fique finalmente ao serviço dos fafenses.

As tão necessárias obras de requalificação nas Escolas Professor Carlos Teixeira e na Secundária vão igualmente avançar, contribuindo para criar, junto dos estudantes e professores, melhores condições de trabalho, aprendizagem e formação, num espaço mais moderno.

A requalificação da Piscina Municipal e a Pista de Cicloturismo serão também intervenções a ter em conta durante o próximo ano, sendo ainda concluída a intervenção no Parque Municipal de Desportos, para que a Associação Desportiva de Fafe jogue em Fafe, já no início do próximo ano.

O futuro Nó de Arões e a recuperação do Bairro da Cumieira são dois processos que continuam a decorrer e que estão previstos no novo orçamento, a par com a intervenção na estrada de Passos e na estrada de Antime / S. Clemente Silvares.

Este novo orçamento contempla ainda a criação da Zona Industrial de Regadas e a construção do acesso à Zona Industrial de Arões / Golães.

A modernização dos Paços do Concelho e sua progressiva informatização será também uma preocupação a ter em linha de conta, com vista ao melhoramento do seu funcionamento e, desse modo, prestar um melhor serviço aos cidadãos.

O Orçamento de 2017 contempla ainda uma política que busca manter o equilíbrio económico e financeiro do Município.

A Autarquia mantém, em termos de política fiscal, a redução/devolução de 2% do IRS aos Fafenses.

As promoções turísticas e culturais mantêm-se como forte aposta no próximo ano, com o incremento de iniciativas que tragam mais visitantes a Fafe e dinamizem a economia local.

Raul Cunha, Presidente da Câmara Municipal de Fafe, considera que este é um Orçamento “arrojado, corajoso e ancorado no desenvolvimento do território e que deixará uma forte marca para o futuro”

“Além da forte aposta em obras estruturais para o concelho, daremos continuidade às medidas de combate ao desemprego, promovendo um ambiente propício para a captação de investimento em Fafe e a criação de postos de trabalho. Vamos manter o apoio às empresas capazes de gerar emprego, reduzindo a carga fiscal e estimulando o desenvolvimento de novos projetos.

Em 2017, apesar de ser um ano fortemente virado para as obras públicas, não esquecemos as pessoas e as políticas sociais continuam a ser uma prioridade.”, acrescenta ainda o autarca.

Imagens
Powered by: TextoVirtual.com