Destaques

TítuloPrimeiro Ministro inaugura obras de requalificação da Escola Secundária de Fafe e da Escola Professor Carlos Teixeira
850 5113a
Data de Publicação2020-01-06 00:00:00 +0000
Sub-títuloMais de 2800 alunos com condições melhoradas
Descrição

10 milhões de euros investidos

O Primeiro Ministro, António Costa, participou, esta manhã, na inauguração, das novas instalações da Escola Secundária de Fafe e da Escola Professor Carlos Teixeira, numa cerimónia que contou ainda com a presença do Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, do Secretário de Estado Adjunto do Primeiro Ministro, do Secretário de Estado do Desporto e Juventude, João Paulo Rebelo, e ainda da Secretária de Estado da Educação, Susana Amador.  

Ambos os espaços foram alvo de um enorme projeto de requalificação. As obras, há muito aguardas, tiveram como objetivo a requalificação e ampliação das duas escolas, que ao longo dos mais de 30 anos de utilização se foram continuamente degradando e tornando-se desadequadas às funções a que estavam adstritas.

Além da requalificação, foram efetuadas obras de ampliação dos espaços criando condições e valências dignas, passando, agora, a haver escolas modernas, arquitetonicamente agradáveis e funcionais, permitindo as melhores condições para todos os que utilizam aqueles espaços: estudantes, docentes e funcionários.

A Escola Básica Prof. Carlos Teixeira teve uma intervenção de raiz e passou a acolher as crianças desde o primeiro até ao terceiro ciclo.

No valor total de 10 milhões de euros, o Município de Fafe investiu nestes projectos 4.4 milhões de euros.

Recorda-se que a Escola Secundária tem, neste momento, um total de 1505 alunos, enquanto que o Centro Educativo Professor Carlos Teixeira agrega 1326 alunos.

Depois da visita ao espaço, os Diretores de ambas as escolas agradeceram e salientaram a importância desta requalificação no dia a dia da comunidade educativa.

Jorge Machado, Diretor da Escola Prof. Carlos Teixeira, destacou “o compromisso e a esperança de que este continuará a ser uma espaço onde as crianças podem ser felizes e aprender com qualidade. Estamos gratos pelo esforço feito para concretizar uma obra há tanto desejada e esperada.”

A Diretora da Escola Secundária de Fafe, Natália Correia, reforçou “a importância destas obras de requalificação, fundamentais para aumentar a atratividade para os alunos e encarregados de educação, permitindo, desse modo, suportar com qualidade e eficácia a sua oferta educativo, tanto no ensino regular, como profissional”.

O Presidente da Câmara Municipal de Fafe, Raul Cunha, salientou o esforço que a autarquia fez para ver concretizado este projeto há tanto esperado pela população fafense .Completamos, com a inauguração das obras de requalificação destas duas escolas, um projeto educativo mais desenvolvido em Fafe, depois da abertura do Centro Educativo Montelongo.”

Procuramos, no nosso trabalho, dotar o concelho de infraestruturas e serviços públicos de qualidade e as estas ‘novas’ escolas são um bom exemplo disso, como também o é a requalificação do Bairro da Cumieira, a construção do Nó de Arões, o desenvolvimento da Zona Industrial de Regadas e a Requalificação do Centro Coordenador de Transportes.

Espero que todos - Governo, Autarquia e comunidade educativa – estejam em boa sintonia para, juntos, provermos um ambiente educativo saudável e de sucesso.

Obrigado a todos que connosco colaboraram nestes dois grandes projetos. O esforço, dedicação e compreensão de todos os envolvidos foi fundamental.”

O autarca adiantou ainda que “a requalificação dos pavilhões desportivos é o próximo grande objetivo”.

Tiago Brandão Rodrigues, Ministro da Educação, afirmou que conseguimos inaugurar as escolas no prazo comprometido, uma grande satisfação. Aquilo a que hoje assistimos em ambas as escolas é um projeto pedagógico vivaz e diversificado.  Estas escolas têm uma vida nova. São uma homenagem a todos os que aqui estudaram e um aconchego a todos que aqui estudam e vão estudar.

É difícil ter uma escola inclusiva. Mas estas serão escolas para todos. Aqui vimos a promoção do sucesso educativo: as artes, a ciência, o desporto, a rede de bibliotecas e tantos outros projetos de combate ao abandono o insucesso escolar que nos devem orgulhar.

Hoje é um dia especial, onde se faz justiça à Câmara Municipal, a estas escolas e a estes alunos por erguer projetos como estes.”, concluiu.

O Primeiro Ministro, António Costa, encerrou a sessão e agradeceu a todos a “paciência no decorrer da requalificação das escolas” , destacando que “esta requalificação teve uma marca simbólica, uma vez que o país atravessou uma crise e as obras nas escolas ficaram para segundo plano.”

Agradeceu ao Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, pelo “empenho em dar seguimento a algumas obras que foram interrompidas, e dar inicio a outras com iguais necessidades, fazendo parcerias e recorrendo a recursos existentes dos fundos monetários.”

O Primeiro Ministro mostrou-se satisfeito em estar em Fafe a assinalar “este trabalho e esforço dos últimos quatro anos que acontece um pouco por todo o país. Aquilo que nós, hoje, vimos foi uma escola verdadeiramente nova, porque é uma escola muitíssimo mais completa, com ensino articulado, uma escola com o compromisso experimental das ciências, onde todos têm acesso à ciência como nunca antes.”

António Costa revelou o seu “orgulho, pois dizemos que hoje temos a geração mais bem preparada de sempre, mas estamos a preparar a geração que ainda vai ser melhor preparada que a atual o que será decisivo para o futuro, para a transformação da nossa sociedade e para a transformação de todo o nosso tecido económico.”

Tal como diz na entrada da escola, não estamos cá para ensinar só a mente mas também para ensinar o coração, porque estes são os cidadãos de amanhã e para termos profissionais competentes, temos que ter cidadãos excelentes.” O Primeiro Ministro terminou a sua intervenção, agradecendo o esforço de toda a comunidade coletiva para obterem os melhores resultados.

Powered by: TextoVirtual.com