Destaques

Título Alerta para a Prevenção dos Maus Tratos na Infância inaugura TERRA JUSTA
Nd5_5152
Data de Publicação 2017-04-04 00:00:00 +0100
Sub-título Cerca de 200 Crianças enviaram mensagem a António Guterres
Descrição

A 3ª edição do Encontro Internacional e Causas e Valores da Humanidade TERRA JUSTA começou, esta tarde, com a Inauguração da Exposição sobre a Consciencialização para os Maus Tratos na Infância. Uma organização conjunta da CPCJ (Comissão de Proteção de Crianças e Jovens ) e da Câmara Municipal de Fafe, que integra, num único espaço, na Praça 25 de Abril, um conjunto de trabalhos que alertam para a Prevenção dos Maus Tratos na Infância, num mês dedicado a esta temática.

A Presidente da CPCJ de Fafe, Esmeralda Dantas, revelou que “estão aqui 20 instituições do concelho representadas que, através deste laço azul, que tem um valor simbólico, alertam para a prevenção dos maus tratos na infância”.

Raul Cunha, Presidente da Câmara Municipal revela que a prevenção de qualquer forma de violência exercida sobre as crianças e jovens diz respeito a todos e, com esta mensagem, pretende-se sensibilizar a comunidade para cuidar e proteger as nossas crianças.

Esta foi uma óptima forma de iniciarmos o TERRA JUSTA com a colaboração da CPCJ e das várias instituições do concelho que lidam com crianças. Este ano, o Terra Justa está muito voltado para as Crianças e para a Defesa dos seus Direitos. Queremos dar voz às preocupações das crianças e, por isso, desafiamo-las a dizer-nos aquilo que gostavam de ver mudado na cidade e no mundo, através da elaboração de postais.”

A temática das Crianças é algo que nos deve preocupar permanentemente. Tivemos o cuidado de convidar, nesta edição, um conjunto de personalidades e instituições que, no seu dia a dia, lidam com crianças, com os seus problemas e dramas. Falamos do Instituto de Apoio à Criança, da UNICEF, da Talitha Kum e da Fundação Champalimaud. “, rematou.

Mais tarde, cerca 200 crianças do 1º ciclo de várias escolas do concelho depositaram um postal, no marco do correio em frente à Câmara Municipal, que continha desejos muito especiais e dava resposta à pergunta “Como Mudar a Cidade e o Mundo ?”.

Esta iniciativa nasceu de um desafio lançado aos alunos do 1º ciclo para que reflectissem naquilo que gostariam de ver mudado na sua cidade e também no mundo. Com a colaboração das escolas e ATL's, vão ser depositados, entre hoje e amanhã, centenas de postais que vão ser enviados ao ao Secretário Geral da ONU, Engenheiro António Guterres, com a opinião dos mais novos sobre aquilo que gostariam de ver mudado no “mundo dos pequeninos”.

O Encontro Internacional de Causas e Valores da Humanidade continua durante toda a semana, com um programa repleto de atividades.

Amanhã, é dia de homenagear a CERCIFAF (Cooperativa de Educação e Reabilitação de Crianças Inadaptadas de Fafe) e lançar o livro ”TERRA JUSTA 2016”, apresentado por Pe. Anselmo Borges, numa gala no Teatro Cinema, à noite.

O programa não fica por aqui. Durante o dia, teremos também a Conversa de café “Crianças em Terra de Ninguém“, no Café Avenida, com a Ir. Carmen Elisa Bandeo, representante da Rede Talitha Kum, Cláudia Pedra, investigadora e diretora do NSIS – Network of Strategic and International Studies, e Ir. Julieta Dias, representante da Comissão de Apoio às Vitimas do Tráfico de Pessoas.

Às 15h00, é inaugurado o “Caminho das Causas” e, posteriormente, as Exposições “Talitha Kum – Levanta-te”, “UNICEF – Para as todas as Crianças”. Às 17h30, terá lugar a assinatura do protocolo de adesão FAFE CIDADE AMIGA DAS CRIANÇAS / UNICEF.

Em cartaz

Powered by: TextoVirtual.com